Você já conhece o Pix?

A gente te conta tudo o que você precisa saber sobre essa nova opção para realizar pagamentos e transferências.

O Banco Central anunciou o Pix, uma nova maneira, instantânea, de realizar pagamentos e transferências, mais rápida e fácil que DOC, TED e boleto.

Calma, instantânea?

Exatamente!

A transação é realizada em poucos segundos. Isso mesmo, em instantes o valor estará disponível na conta do recebedor.

Seja bem-vindo à nova era de pagamentos e transferências para sua empresa.

Como era antes do Pix?

  • DOC, TED e Boleto só funcionam em dias úteis.
  • Essas opções de transferências estão disponíveis em horários específicos e o recurso estará disponível ao recebedor em até 24 horas.

Como vai ser com o Pix?

  • O novo meio de pagamentos funcionará 24 horas por dia, 7 dias na semana, todos os dias do ano. As transações são realizadas em tempo real – recurso disponível em segundos
  • Você pode realizar transferências para: fornecedores, parceiros, pessoas físicas e até entes governamentais, no caso de impostos e taxas.

Mas como eu faço um Pix?

É muito simples. Todos que já possuem conta em banco ou instituição de pagamento poderão realizar transações do Pix.

Resumindo

O Pix vai deixar sua rotina de pagamentos e transferências mais ágil, fácil, rápida e digital.

E aí? Curtiu a novidade?

Veja também

Tribanco inaugura Espaço Tr...

No dia 13/07, aconteceu o evento de inauguração do Espaço Tri para amigos e parceiros do Tribanco. Esse é um local para estreitar nosso relaci...

veja mais

‘A tecnologia vai nos...

Digitalização impulsiona avanço de empresa, que registra aumento de 186,9% no lucro no primeiro semestre; para dar conta de crescimento, Triba...

veja mais

Em parceria com IBM, Triban...

A Tribanco, empresa financeira do Grupo Martins, escolheu a IBM para modernizar suas áreas administrativa e financeira com automação e Intelig...

veja mais

Com aporte, Tribanco reforç...

O banco encerrou o primeiro semestre de 2021 com uma carteira de ativos de R$ 2,4 bilhões Na segunda metade de 2020, quando começou a estrutura...

veja mais